ATRIBUIÇÕES:

  • orientar, coordenar e fiscalizar os serviços pertinentes à manutenção geral das redes públicas de água e esgoto, e de seus ramais externos, até o limite da propriedade privada;
  • providenciar as medidas e serviços necessários para resolver os problemas relativos à manutenção citada no inciso I, comunicadas através das reclamações dos usuários,
  • encaminhadas por escrito, via processos, pelo "sistema 0800" ou pelas Unidades de Atendimento ao Usuário;
  • controlar de forma adequada e eficiente as ordens de serviços geradas pelo "sistema 0800", através dos processos administrativos, de ofícios e demais documentos hábeis,
  • encaminhando-as aos supervisores de serviço e aos demais subordinados para a sua execução dentro do prazo determinado;
  • supervisionar os locais de trabalho e os serviços referentes à manutenção de redes públicas de água e esgoto, informando-os, previamente ao engenheiro de segurança do
  • trabalho da Autarquia e, quando necessário aos agentes e autoridades de trânsito, a fim de que sejam aplicados os procedimentos e normas de segurança dos servidores, bem como a adequada e eficiente sinalização para a população;
  • assim que constatado, comunicar imediatamente às gerências de Obras e Saneamento e de Planejamento e Projetos, para as medidas de suas atribuições, a ocorrência de
  • problemas crônicos nas redes públicas de água e/ou esgoto, enviando-lhes informações e dados específicos sobre os problemas encontrados;
  • manter um programa de prevenção nas redes públicas de água e esgoto, incluindo as linhas de recalque, adutoras e subadutoras, executando, periodicamente, inspeções e
  • serviços de consertos de vazamento, conservação, limpezas e desobstruções, inclusive nos ramais públicos, até o limite da propriedade privada;
  • consertar vazamentos e problemas que inviabilizem o funcionamento adequado do sistema de água e esgoto, quer nos ramais prediais externos, quer nas redes, linhas de recalque, adutoras e subadutoras, coletores e emissários;
  • quando constatada, no ato do conserto, que a ligação de água e/ou esgoto já existente não possui condições técnicas de conserto e necessita de ser trocada, a fim de se evitar
  • desperdício d'água ou vazamento de esgoto, que são problemas ambientais e sanitários, executar a mudança compulsória por uma nova ligação, providenciando o lançamento
  • de seu custo na conta mensal do imóvel beneficiado, comunicando-se o usuário do serviço executado, do material utilizado e seus respectivos custos;
  • executar o aterro e compactação correta das valas abertas, bem como a adequada limpeza dos locais onde houver o serviço executado;
  • elaborar e enviar até o dia seguinte ao da execução dos serviços, ao setor responsável pela recomposição asfáltica, o relatório diário de valas abertas no leito carroçável;
  • cadastrar e encaminhar às gerências de Obras e Saneamento e de Planejamento e Projetos as redes públicas de água e de esgoto identificada quando da abertura das valas
  • para execução dos serviços de consertos e ligações;
  • cadastrar e encaminhar às gerências de Obras e Saneamento e de Planejamento e Projetos os poços de visitas identificados no ato da execução do serviço e de manutenção dos mesmos;
  • executar a manutenção e o conserto dos hidrantes públicos para que tenham condições de servir adequadamente ao abastecimento de caminhões-pipa do SAAE e do Corpo de Bombeiros;
  • providenciar a correta indicação e cobrança dos valores das peças instaladas e dos serviços executados pelo Setor de Manutenção de Redes, comunicando o Setor de
  • Cadastrode Comercial para lançamento na conta mensal do imóvel beneficiado;
  • providenciar, coordenar e fiscalizar a escala de plantão dos servidores que prestam serviços ao Setor de Manutenção de Redes, aos sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, a fim de atender adequadamente as ordens de serviços geradas pelo "sistema 0800" e as necessidades emergenciais após o horário ordinário de expediente;
  • vistoriar e oferecer a assistência técnica necessária aos usuários em casos de retorno de esgoto em residências, inspecionando e detectando o evento que causou o retorno ocorrido, bem como fiscalizando se o imóvel lança água pluvial na rede coletora de esgoto, e se possui o equipamento adequado que evita a ocorrência de retorno de esgoto e de qualquer outro refluxo;
  • executar outras atividades afins que lhe forem delegadas pela Gerência.


Chefe do Setor: Lauriberto Corsi

 

[Estrutura Organizacional]